CIONET e Banco de Portugal realizam conferência dedicada à Diretiva PSD2

Esta segunda-feira, no Museu do Dinheiro, em Lisboa, a CIONET Portugal realizou a conferência “The Future of Payments and Fintech”, em parceria com o Banco de Portugal e a Portugal Fintech, com o objetivo de discutir e debater as implicações da nova Diretiva de Pagamentos PSD2, que entrará em vigor em janeiro de 2018.

Com um painel repleto de alguns dos mais importantes players na área financeira, a discussão em torno da Diretiva PSD2, que promete revolucionar a área das Tecnologias Financeiras, assumiu uma relevância particular dada a aproximação da data para a aplicação prática da Diretiva.

Neste evento, contámos com oradores como o Governador do Banco de Portugal, Carlos da Silva Costa, o Comissário Europeu Carlos Moedas, a Secretária de Estado da Indústria, Ana Teresa Lehmann, Madalena Tomé, CEO da SIBS, uma das mais importantes empresas portuguesas na área dos pagamentos, ou o investidor Phin Upham.

A conferência serviu também para finalizar o desafio PayChallenge: Rethinking Payment Services, uma iniciativa promovida pela CIONET Portugal em parceria com o Banco de Portugal e a Portugal Fintech, que visou a promoção da inovação no sistema de pagamentos no enquadramento da nova Diretiva. Neste contexto, foram consagrados os projetos dos italianos C4 e dos portugueses Loqr.

O projeto C4 visa criar microcircuitos de pagamentos entre bancos, organizando o fluxo de capital que cada empresa recebe ou envia, de forma diretamente relacionada com o seu processo de faturação. Da parte da Loqr, o objetivo passa por reforçar a segurança dos serviços de pagamento, desenvolvendo soluções integradas que disponibilizam tecnologias facilitadoras da jornada digital dos clientes de forma a garantir a sua exclusividade no acesso à informação e usufruto dos serviços financeiros que lhe são devidos.

Ambas as equipas selecionadas tiveram a oportunidade de expor a sua solução de pagamento no evento âmbito de um painel de discussão criado para o efeito, que contou com a presença de Rui Serapicos, Managing Partner da CIONET Portugal, como orador, Dean Demellweek, do BNP Paribas, João Freire de Andrade, da Portugal Fintech, Maria Tereza Cavaco, do Banco de Portugal, Naveen Prasad, da Stealth Start-Up, Paulo Raposo, da Mastercard, Phin Upham, e Teresa Fernandes, da AICEP.

Para além dos dois vencedores, o Júri realçou ainda os projetos dos irlandeses da Easywave e da parceria entre a EMEL e a EasyPay pela sua abordagem inovadora na criação de pagamentos de serviços inovadores baseados na informação sobre área de serviços de pagamentos. Ambos os projetos evidenciaram-se também pelo desenvolvimento de soluções na área dos transportes públicos urbanos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *